Famões

Ordenação Heráldica de Famões

Tendo em conta o parecer da Comissão de Heráldica da Associação dos Arqueólogos Portugueses, emitido em 27 de setembro de 2001, estabeleceu a Assembleia de Freguesia de Famões os seguintes símbolos heráldicos: brasão, bandeira e selo, sob proposta da Junta de Freguesia, em sessão da Assembleia de Freguesia efectuada em 6 de fevereiro de 2002:

(Publicado no Diário da República, III série, n.º 54, pág. 4758, de 5 de março de 2002)

Brasão

BrasaoJFF

 

 

Escudo de verde, faixa ondada de prata, acompanhada em chefe de duas armações de moinho de negro, vestidas e cordoadas de ouro e, em ponta, de uma vaca passante, de prata, malhada de negro. Coroa mural de prata de quatro torres. Listel branco, com a legenda a negro: «FAMÕES — ODIVELAS».

 

 

Bandeira

Bandeira_famoes

 

 

 

Amarela.

Cordão e borlas de ouro e verde.

Haste e lança de ouro.

 

 

 

Selo

Nos termos da lei, com a legenda «Junta de Freguesia de Famões — Odivelas»

Simbologia

O esmalte verde do escudo significa juventude e liberdade, conforme as regras da heráldica, embora à escolha desta cor não seja alheio  o fato de Famões ser originariamente um território agrícola, com campos verdejantes, pasto para as explorações de pecuária outrora existentes, simbolizadas pela vaca passante. As armações em chefe evocam os inúmeros moinhos de vento que encimavam os outeiros da região, simbolizando a faixa ondada de prata as muitas linhas de água e nascentes existentes.

A coroa que encima o brazão é de quatro torres, que nos termos da lei é usada pelas freguesias que têm sede em vila.
O amarelo da bandeira refere-se aos campos de trigo, outrora abundante na região.